Perdendo Dentes

Letra

[John Ulhoa/Fernanda Takai]

Pouco adiantou
Acender cigarro
Falar palavrão
Perder a razão

Eu quis ser eu mesmo
Eu quis ser alguém
Mas sou como os outros
Que não são ninguém

Acho que eu fico mesmo diferente
Quando eu falo tudo o que penso realmente
Mostro a todo mundo que eu não sei quem sou
Eu uso as palavras de um perdedor

As brigas que ganhei
Nem um troféu
Como lembrança
Pra casa eu levei

As brigas que perdi
Estas sim
Eu nunca esqueci
Eu nunca esqueci

Pouco adiantou
Acender cigarro
Falar palavrão
Perder a razão

Eu quis ser eu mesmo
Eu quis ser alguém
Mas sou como os outros
Que não são ninguém

Acho que eu fico mesmo diferente
Quando eu falo tudo o que penso realmente
Mostro a todo mundo que eu não sei quem sou
Eu uso as palavras de um perdedor

As brigas que ganhei
Nem um troféu
Como lembrança
Pra casa eu levei

As brigas que perdi
Estas sim
Eu nunca esqueci
Eu nunca esqueci

As brigas que ganhei
Nem um troféu
Como lembrança
Pra casa eu levei

As brigas que perdi
Estas sim
Eu nunca esqueci
Eu nunca esqueci

Curiosidades

John: Ela tem uma sonoridade de que eu gosto muito, o riff de guitarra é com se fosse um refrão, uma coisa que está um pouco sumida na música. Antigamente se reconhecia a música pelo riff, tipo Satisfaction, sabe? E eu, humildemente, tentei fazer um riff que fosse memorizado. Se as pessoa daqui um tempo entrarem numa loja de discos e ficarem tocando esse riff, significa que eu consegui (risos).

Fernanda:Essa é uma canção pop, com refrão, e muitas pessoas nem se dão conta do que estão cantando. Quando falamos de coisas mais sérias, aliviamos na parte sonora. Pra não ficar uma bandeira do recado. O grande talento do John como compositor é ficar sempre nessa linha tênue, doce e azedo, bipolar. Agridoce é uma palavra ótima pra representar o Pato Fu.

Fernanda sobre o quanto a música revela sobre o John: É um cara que não briga, muito ponderado, em qualquer discussão, ele só se pronuncia depois que a cabeça quente esfria.

Por que "e uso as palavras de um perdedor"? - John: Poxa, isto é a música POP, cada um entende uma coisa mais diferente do outro....o que eu quis dizer quando escrevi, basicamente foi: quando perco a cabeça e parto pra ignorância verbal ou física, faço coisas estúpidas e me arrependo pra sempre. Essa é minha verdade, realmente não é uma "mensagem positiva". Ou é? Talvez seja uma lição aprendida por um "perdedor", mas não tenho mesmo essa pretensão, e quero passar longe do "politicamente correto"... "O que penso realmente" muitas vezes está estocado em lugares pouco civilizados de nossa cabeça...

Pedro Mariano: Estes têm referência - você ouve o primeiro acorde e diz: 'Isso é Pato Fu'".

Fernanda , Pedro e Bukassa dublaram alguns boneco da série "Ilha Rá-Tim-Bum".

O cantor Pedro Mariano, filho de Elis, pediu a Fernanda Takai que ela e o John escrevesse uma canção para ele, e a ideia que ambos tiveram foi de escrever uma canção em que mostrasse o sentimento dele ao ouvir um LP da mãe (música Por Perto).

Clipe

Ao Vivo - Show no Sesc Vila Mariana (SP)/fevereiro /2000
Direção: Pedro Ianhez

Assista: Canal Pato Fu no YouTube.