A Necrofilia de Arte

Letra

[Rubinho Troll/Gilberto Gil]

A necrofilia da arte
Tem adeptos em toda parte
A necrofilia da arte
Traz barato artigos de morte

Se o Lennon morreu, eu amo ele
Se o Marley se foi, eu me flagelo
Elvis não morreu, mas não vivo sem ele
Kurt Cobain se foi, e eu o venero

A necrofilia da arte
Dá meu endereço a quem não gosto
A necrofilia da arte
Faz compreender quem não conheço

Zunfus Trunchus que eu nem conhecia
Virou meu star no outro dia

Curiosidades

John: Zunfus Trunchus é o apelido de um velho amigo meu e do Rubinho Troll, da época do SEXO EXPLÍCITO, minha antiga banda, quando foi feita essa música. Usamos esse nome esquisito pra simbolizar uma pessoa desconhecida que poderia se tornar famosa da noite para o dia caso morresse...

Rubinho Troll sobre o fim Sexo Explícito: Depois de dez anos de infortúnio e miséria, sendo subusados e abusados por promotores de show e gravadoras, tocando com equipamento precário e sofrendo dos males causados pela teimosia de querer as coisas "ao nosso jeito" e só tocar o que quiséssemos, ou seja, "nossa própria música", só nos sobraram dois fãs, dos três que tínhamos. Um morreu de causas naturais, o outro endoidou e passou a comer cocô. Tentamos continuar, mas quando o baterista (Roger) quebrou seu último par reserva de baquetas, decidimos que era hora daquela banda sair da vida e entrar para a posteridade.

Pato Fu e Rubinho Troll: leia mais em "O Mundo Ainda Não Está Pronto", "Mamãe Ama É o Meu Revólver", "A Necrofilia da Arte", O Filho Predileto do Rajneesh" e "Menti Pra Você Mas Foi Sem Querer".

Versão do Sexo Explícito: aqui.

Curiosidades

John: é uma párodia do "Alfomega" de Gilberto Gil, que virou "A Necrofilia Da Arte" em nosso último disco,"Televisao De Cachorro".

Dudu Marote: Essa musica é uma paródia de "O Alfomega" do Gil... Que aliás tem mais de 30 anos que foi feita. "A Necrofilia" foi feita a uns 15 anos, mas só foi gravada agora. Ao procurarmos o Gil para ver como seria a autoria da musica, ele gostou e disse que aquilo era uma parceria. Muito legal, o Rubinho e o Gil nunca se encontraram!